Páginas

Pensamentos

28 de janeiro de 2010

Economia de Papel: Uma Nescecidade!

Olá queridos leitores Ambientalistas e preocupantes com o futuro do nosso planeta! Peço lincença para publicar um arquivo que hoje está em quinto lugar no ranking mundial de produto que mais atenua ao impacto ambiental.
video

26 de janeiro de 2010

MUDANÇA

O mundo não fica parado. E você?


Vivemos em um mundo em constante renovação: o tempo todo surgem novas tecnologias, novos valores, novos hábitos de consumo e maneiras de nos relacionarmos. Para acompanhar o ritmo dessas transformações, temos de estar receptivos a todos os tipos de mudanças, desde as mais simples, que impactam o nosso dia-a-dia, até as mais complexas, como aceitar um novo desafio.
Mudar é se abrir e se interessar por aquilo que, à primeira vista, não lhe diz respeito. É não se contentar com o trivial. Outro dia, em uma reunião com a Consultoria Tributária para discutir projetos de transformação, tive a oportunidade de presenciar o sócio João Branco, que considero uma das maiores eminências da área tributária no Brasil, discutindo questões complexas de tecnologia!
Isso é estar aberto para o novo, para mudanças. Afinal, estamos falando de um profissional muito especializado em um determinado tema, com um longo histórico de dedicação exclusiva a um campo de conhecimento e que, hoje, está envolvido com os últimos avanços tecnológicos.
Tentar fazer diferente, olhar algo sob uma nova perspectiva, pode significar assumir um risco, mas, acima de tudo, é o que nos leva para frente. Se não mudamos, não crescemos. Algumas iniciativas da Deloitte seguem esse pensamento, como o Audit, o Tax e o Consulting Transformation, que incentivam a transformação dos processos na busca pela excelência do serviço.
Nunca é tarde para mudar. O mundo se transforma todos os dias e nós precisamos acompanhar e contribuir para o desenvolvimento do ambiente em que estamos inseridos. Aproveite esse início de ano para colocar em prática algumas mudanças que irão te ajudar a descobrir novos potenciais e a participar ativamente da evolução do mundo que o cerca.

Texto de :
Juarez Lopes de Araújo
Managing Partner
DELOITTE TOUCHE TOHMATSU
19 de janeiro de 2010

21 de janeiro de 2010

Pressione o governo japonês a acabar com a caça às baleias na Antártica


O Greenpeace colocou o pé na estrada nesse verão com o projeto “De praia em praia”. Nossa equipe está percorrendo os litorais fluminense e paulista para informar os turistas e população costeira sobre a importância da proteção dos oceanos para a qualidade de vida e equilíbrio do clima do planeta para a nossa e as futuras gerações.
Cuidar dos oceanos exige enfrentar a caça de baleias no Oceano Sul. Ela é levada a cabo principalmente pelos japoneses, sob o pretexto de realizar pesquisa científica subsidiada pelo seu governo.
Pela primeira vez em mais de 50 anos, o Japão tem um novo governo. Com novos governos vêm novos objetivos políticos. Isso significa que nunca houve melhor momento para pressionarmos o Japão por uma mudança de política relativa à atividade baleeira.
Ajude-nos a tornar 2010 o último ano de caça às baleias no Oceano Antártico.
Clique aqui
http://www.send-a-whale.com/sendawhale/landing_trans.php?t_lang=pt
e crie sua baleia virtual que navegará pela internet levando sua mensagem de protesto ao governo japonês.
Amplie essa onda de pressão internacional pelo fim da caça às baleias e divulgue essa cyberação aos seus amigos:

20 de janeiro de 2010

CORAGEM

Coragem é uma grande virtude!

Há uma diefrença entre Ter coragem e Ser corajoso.
Exemplos:

Ultrapassar uma via em alta velociade, sem visibiliade é Ter coragem!

Mudar de emprego, onde o salário é bem mais baixo, porém é a profissão da sua vida e com perspectiva de crescimento é Ser Corajoso!

A diferença está no PENSAR. Ter corajem você não pensa simplesmente faz e Ser corajoso você analisa antes de agir, ou seja, você sabe o risco que poderá ter, mas sabe que irá se beneficiar no futuro.
Portanto SER CORAJOSO  faz de você um vencedor.

Buscar o algo novo, diferente, melhor nas nossas vidas tanto pessoal quanto profissional é o segredoda vitória e do sucesso. Precisamos ter coragem 24 horas por dia!!!

Vale a pena correr riscos!!

Vale a pena também TER CORAGEM, muitas vezes perdemos uma grande história amor, muitas vezes perdemos o emprego dos nossos sonhos, muitas vezes deixamos de conhecer o lugar mais lindo do planeta, muitas vezes perdemos de ganhar aquele momento de felicidade que ficaria registrado por toda nossa vida.
PERDEMOS MUITA COISA POR FALTA DE CORAGEM!!!
Seja ousado (a)! Quando algo estiver perto de você e este algo te fizer bem ou você percebeu que será bom pra sua vida, SEJA CORAJOSO e não perca a oportunidade que sempre desejou.

SE VOCÊ QUER TER SUCESSO, SER UM VENCEDOR, TERAS QUE TER MUITA CORAGEM NA VIDA. BOA SORTE.

Texto de Gilmar Machado adaptado por Sheyla Lima

19 de janeiro de 2010

Projetos para um 2010 mais verde!

  • Comece a reciclar. Um dos materiais mais fáceis de reciclar é o papel, já que em muitas cidades existe a coleta seletiva ou locais para depositá-lo. Se sua cidade possui coleta seletiva, basta separar o papel seco do lixo e entregá-lo aos coletores. Se não, procure um centro de reciclagem de papel. Outros resíduos relativamente fáceis de reciclar são os resíduos orgânicos, com o quais se pode fazer adubo.
  • Não coma carne vermelha uma vez por semana. Como comentamos no início do ano, diversos grupos de ativistas propõe que se evite comer carne uma vez por semana para reduzir as emissões de carbono geradas por sua produção e transporte. Durante 2010, você pode se unir a este movimento e cortar a carne vermelha de seu cardápio às segundas-feiras.
  • Crie sua própria horta. Na maioria dos países da América Latina, temos a grande vantagem de contar com terras férteis e bom clima para produzir frutas e verduras. No entanto, na maioria das casas com quintais, só vemos gramados bem cortados. Este ano é uma boa oportunidade para que você comece a cultivar, mesmo que seja em seu jardim, quintal ou sacada. Algumas variedades fáceis para começar: tomates cereja, majericão, rúcula e alface.
  • Reverdeça sua cidade. O movimento Guerrilla Gardening promove a ideia de reverdecer os espaços por meio da instalação de plantas em qualquer lugar onde seja possível acomodá-las. Se você só vê cimento ao seu redor, por que não começar a plantar em algum cantinho subutilizado? Inspire-se no site do movimento.(http://www.guerrillagardening.org/)

  • Comprometa-se a economizar energia. A energia que chega a nossas casas para alimentar lâmpadas, a TV e o ar condicionado consome recursos e gera emissões de carbono. Portanto, consumi-la de forma responsável é nossa obrigação. Seu projeto verde de economia de energia para este ano pode incluir: trocar as lâmpadas comuns pelas de baixo consumo, tirar os aparelhos em stand-by da tomada e usar menos o ar condicionado.
  • Melhore sua alimentação. Os alimentos que consumimos são responsáveis por grande parte de nosso impacto no planeta, desde a forma como são produzidos até o tempo e distância exigidos para seu transporte. Além disso, optar por uma alimentação mais verde também é uma escolha saudável. Não se trata apenas de diminuir o consumo de carnes, mas de escolher produtos locais, frescos, e se possível, orgânicos ou artesanais. Evite os enlatados, importados e produtos elaborados com excesso de açúcar, gordura e conservantes.



Esperamos que algumas destas ideias inspirem você a ter um 2010 mais verde. Bom começo de ano para todos!


Tecnologias necessárias para produzir energias renováveis a partir da força do oceano



Um consórcio de 19 empresas e 25 centros de pesquisa espanhóis executará, ao longo de três anos, o maior projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica de energia marinha do mundo.

Trata-se da iniciativa “Ocean Lider”, cujo objetivo é explorar as tecnologias necessárias para produzir energias renováveis a partir da força do oceano (ondas e correntes marinhas).
O projeto conta com um orçamento imponente, 30 milhões de euros, e será liderado pela empresa Iberdola Ingeniería. O projeto conta com o apoio do Estado espanhol e recebeu uma subvenção de 15 milhões de euros de instituições nacionais.
Espera-se que o esforço de investigação ajude a desenvolver ao máximo este tipo de energia no país, de forma a acompanhar a grande evolução da geração de energia eólica na Espanha, uma das principais fontes energéticas do país.
Sua importância é representada pelo recorde obtido na madrugada de 8 de novembro de 2009. Graças a uma tempestade de vento, as turbinas eólicas produziram 11546 MW: mais de 50% da eletricidade consumida em todo o país. (El País)
Se esta nova iniciativa tiver sucesso, a Espanha sem dúvida assumirá a liderança mundial no âmbito das energias renováveis, um exemplo a ser seguido por outros países do mundo.
Neste momento, o projeto mais conhecido de produção de energia marinha por correntes oceânicas denomina-se SeaGen e está localizado na Irlanda.

8 de janeiro de 2010

Informática eficiente

Caros Administradores, Secretários, Economistas, Contadores, Advogados, Engenheiros, Arquitetos, enfim profissionais  locados em escritórios é sempre bom lembrar a importância do nosso papel diário dentro e fora do nosso empreendimento.
Portanto aqui vai umas dicas para trabalharmos com a nossa consciência tranquila e fazer parte daqueles que contribui (pelo menos um pouco) para o nosso Meio Ambiente.


Um laptop pode ser tão potente quanto um computador de mesa usando 90% MENOS ENERGIA.

1. Use os recursos de economia de energia de seus equipamentos.
2. Escolha o menor período de inatividade possível para seu computador entrar em modo de repouso.
3. Desligue os aparelhos da tomada quando não estiverem em uso.
4. Evite os protetores de tela do computador. Eles são desnecessários em monitores de cristal líquido e não reduzem o consumo de energia. Recorra ao modo de repouso ou desligue a máquina.
5. Se o computador não dispõe de recursos de economia de energia, desligue o monitor quando estiver fora de uso; ele é responsável por 80% do consumo.

Uso de suprimentos

1. Prefira pastas, fichários e separadores feitos de material reciclável.
2. Compre lapiseiras e canetas recarregáveis.
3. Evite papel alvejado com cloro: procure selos indicando que o produto é livre de cloro ou alvejado com oxigênio.
4. Ao imprimir, escolha a opção “rascunho”, para economizar tinta.
5. Prefira lojas e fabricantes que vendam produtos ecológicos e tenham programas de reciclagem.

Lixo eletrônico

Grandes quantidades de equipamentos de escritório são descartadas todos os anos. O “lixo eletrônico” é responsável pelo depósito de toxinas perigosas nos aterros sanitários. Reutilize ou recicle. Em 2005, foram vendidos no Brasil 5,5 milhões de computadores, cuja vida útil média é de 3,5 anos. Precisamos tentar “reciclar” esses PCs antes de descartá-los.

1. Tente reaproveitar periféricos e outros componentes, e reciclar computadores antigos.
2. Doe aparelhos antigos a organizações sem fins lucrativos ou a amigos.
3. Recicle ou recarregue os cartuchos da impressora. Existem empresas que recarregam cartuchos, mas confira se a recarga não danificará a impressora ou invalidará a garantia.

Os equipamentos

1. Escolha produtos econômicos, de preferência com alguma certificação de consumo eficiente de energia.
2. Prefira fabricantes que sigam políticas de preservação ambiental. Informações sobre as “credenciais verdes” dos fabricantes de computadores podem ser vistas na Internet.
3. Escolha um computador que possa receber upgrade com facilidade.

Avalie a conveniência de um laptop. Ele pode consumir até 90% menos energia que um computador de mesa, e pode ser usado com monitor, teclado e mouse convencionais.

Uso ecologicamente correto do papel

1. Imprima apenas o necessário.
2. Corrija os erros ainda na tela.
3. Use a prévia de impressão para verificar os documentos antes de imprimir.
4. Imprima nos dois lados do papel.
5. Use o e-mail, em vez do correio tradicional, e mantenha cópias em disco, e não em papel.
6. Reutilize: versos de folhas impressas servem para anotações e etiquetas adesivas cobrem endereços em envelopes antigos.
7. Separe todo o papel descartado (exceto bobinas de fax) para reciclagem.
8. Não prepare documentos que incluam páginas com pouco texto (só título, por exemplo).
9. Não use margens ou fontes muito grandes.
10. Não jogue fora envelopes que possam ser reciclados.
11. Não use etiquetas adesivas em envelopes novos.
12. Não compre envelopes com janelas de plástico, que não podem ser reciclados; existem produtos alternativos feitos com papel cristal.
13. Não use a opção de capa ao enviar um fax.